sábado, 22 de janeiro de 2011

Mudanças necessárias

Sabe amor as coisa mudaram tanto desde quando nos conhecemos, a gente já não vê graça naquilo que víamos, já não dizemos as mesmas coisas e nem fazemos exatamente o que fazíamos.
Por um tempo eu achei isso ruim, achei que isso significava que já não nos gostávamos mais tanto e que não queríamos mas ficar juntos, eu achava que isso seria o desgaste dessa nossa relação e o que anunciava a chegada do fim. 
Mas eu parei pra pensar e analisar e lembrei que tudo muda, minhas amigas de 6 anos atrás ainda são as mesmas, mas nossa amizade é diferente, eu não mando mas depoimentos no orkut delas toda semana dizendo "O topo é meu", eu não ligo mais todos os dias só pra falar sobre o que aconteceu mais cedo quando estávamos juntas. Eu não sou a mesma filha que faz tudo sem reclamar, ou que faz certas coisas só por rebeldia. E tudo isso não quer dizer que eu não seja mais verdadeiramente amiga ou que não queira mais pirraçar meus pais ou simplesmente acatá-los sem questionar, isso só quer dizer que eu amadureci, evoluí.
Então assim que vejo, sei que o nosso relacionamento evoluiu e fico extremamente feliz com isso, porque se nada tivesse mudado, nada tivesse ocorrido, e estivéssemos estagnados na mesmice eu diria aí sim que não nos amávamos mais, que eramos apenas dois seres conformistas sem força e coragem de tomar decisões para nossas vidas, pq amar e viver significa mudar constantemente, adaptar-se e renovar-se, porque se não for assim quer dizer apenas que nada mais importa.
E apesar de todas as mudanças, ainda escolhemos estar juntos, porque é isso o que nos faz feliz!

4 comentários:

Zil Mar disse...

Lindo texto...concordo demais!!!!

É um recomeçar diário...para que nada vire rotima....mas o melhor de tudo é qd tudo é feito de forma quem nem nos damos conta...pq não é um fardo...é AMOR....

bjos e lindo sábado!


Zil

Lets disse...

Nossa Ju... acho que vc leu meus pensamentos viu..rs
Tô passando exatamente por isso!
A gte tem que lhar o outro lado das coisas... não é que não haja amor... é que o amor ficou tão grande que se fossemos ficar querendo explicá-lo e demonstrá-lo sempre passaríamos o resto da vida fazendo isso.

E ah... respondendo seu post... Brigada mais uma vez. Meu pc queimou e eu não tinha como postar. Queria ter feito aquele questionário que você me mandou mas acho que nem adianta mais né..rs
Beijo grande guria (=

Vanessa Souza Moraes disse...

Amar é sempre uma (re)invenção.

ingrid Carvalho disse...

obrigada pelo selo linda beijuuuuuuuuuuuu