terça-feira, 26 de julho de 2011

Inesperado

Sabe quando algo inesperado , acontece, ou melhor alguém inesperado acontece, ele chega com um par de olhos azuis, uma voz doce e jeito que encanta e te deixa boba, se perguntando como isso podia acontecer, veio de nada, veio de onde nunca se esperava e chegou e colocou dentro de você aquela vontade, aquela vontade de sentir amor.
Quando não é premeditado, quando não é esperado, você fica boba sem reação, sentimento é uma coisa que existe em nós que é feito o coração, involuntário, ele bate quando quer, acelera quando tem vontade, e de repente sem nem perceber, aparece alguém e te invade de sonhos, desejos e vontades, te faz querer ir além, querer descobrir, pendurar no telefone mesmo sem ter o que falar, porque só de pensar em alguém e acreditar que o alguém que você quer pensa em você, se estampa o sorriso no rosto e o brilho no olho.
É, mas essas coisas dão medo, elas assustam, na mesma intensidade em que encantam, e o "e se" fica na cabeça, e se eu sorrir de mais quando ele ligar, e se eu deixa transparecer que eu tô afim de mais, e se eu assustar ele, ou se ele me assustar, e se ... é um "e se" infinito que brota na cabeça da gente, fazendo com que a gente trave, com que a gente fique com medo de se entregar, se doar e se permitir.
Mas a vida é assim um eterno refazer de coisas inclusive se apaixonar, e é bom, quando você pensa que ninguém mais tem graça, que ninguém mais irá despertar as famosas borboletas no estômago, mas aí um dia sem menos esperar, quando você sai de casa só para dançar, só para conversar com os seus amigos e você descobre que pode sim gostar mais uma vez.
E você só quer que tudo dê certo, só quer que seja eterno, eterno enquanto dure, e que possa ser uma boa história pra guardar ou para se viver e sempre se lembrar de como ela começou.

2 comentários:

Gabriel Revlon disse...

e o inesperado vem junto com os ventos da paixão.

Luna Sanchez disse...

Tudo que acontece assim, sem ensaio, nos toca mais.

;)

Um beijo.