quinta-feira, 20 de dezembro de 2012

Inconscientemente

E quantas outras mulheres ainda inspiram os seus textos? E você continua dormindo toda noite com a mesma, você diz que a ama, e talvez seja verdade, mas quantas outras tem vagado pelo seu pensamento? Talvez não muitas, talvez esporadicamente, em meio a conversas com os amigos relembrando de acontecimentos, que seja, mas ela não é unica em seus pensamentos nem jamais será.
Acredite, eu não digo que estás a mentir quando fala que não deseja outra, mas ela não é a única mulher em quem você pensa, ela nem de longe é a mulher que você acha mais bonita, mas ela é a mulher que você ache incrivelmente mais sensacional que qualquer outra a ponto de querer passar o resto da sua vida ao lado.
Mas várias vezes irá se lembrar de tantas outras que já passaram, irá inconscientemente compará-las, e sentirá saudades do sorriso de algumas, do abraço de outras, lembrara daquela noite emocionante e que foi única, mas vai sentir que apesar dos pesares, é o resultado de um todo que interesse, não só algumas parte.

2 comentários:

Will disse...

Oi Elly,

que perspicaz reflexão.

"Se as coisas são inatingíveis... ora! Não é motivo para não querê-las... Que tristes os caminhos, se não fora. A presença distante das estrelas!" (Mario Quintana)

Um abraço!

Jussielly Leal S. Pimentel disse...

Obrigada Will, que bom revê-lo por aqui!