sexta-feira, 23 de setembro de 2011

As vezes é uma necessidade

Escrever é quase como falar em voz alta, eu nem sempre quero, mas eu preciso...
...Porque senão sufoca tudo, senão os olhos ficam embaçados e o mundo perde mais ainda do colorido, escrever uma necessidade, uma forma de extravasar, de colocar pra fora o que já não cabe mais dentro sem ter que alugar um par de ouvidos, sem obrigar ninguém a compartilhar comigo, escrever pra mim é como compor para os músicos, é como desenhar para os pintores, é como atuar para os artistas , eu diria até que é como ver o sorriso de um filho para uma mãe.
Escrever é poder tornar o meu eu mais abstrato, em algo real e palpável!

3 comentários:

Andressa Tavares disse...

É verdade minha querida!
Concordo contigo!
Como diz Cazuza: escrevo para não falar sozinho.

Luna Sanchez disse...

Feliz de quem consegue escrever assim, desaguando.

;)

Um beijo.

Will disse...

Escrever é respingar em letras as cores que de nós transborda.
Um abraço!